quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Eu sei não é assim...


... que deveria ser feito, 
não é assim que deveriam me ver,
não é assim que eu deveria agir, vestir, dormir...
Nada está como a 'massa' diz ser o certo, mesmo quando fazem tudo errado...
Nem sempre a lucidez vista de fora é a melhor opção, nem a  loucura a única alternativa;
Não quero acreditar apenas em mim e em minhas escolhas, eu não...
Torno-me uma discípula do acaso, e eu sei... não é assim                      
Torno-me mais uma dentre a minoria, mas ciente, porque eu sei que não é assim..
E quando me tiram o chão ou o cobertor, vejo que a noite acabou e já chega de sonhar,                   a vida nem é tão doce quanto dizem por ai... nem tão amarga quanto eu temia... 
Nada parece ter nexo e a solidão em meio a multidão apavora...
 e então chora... mas logo vem um sorriso e fica claro que a razão vem pra confundir e nada é tão sensato quanto a ação proporcionada pela confusão da emoção - confusão e coração. 
E eu sei que não é assim, que de nada adianta meus complexos se não estão acompanhados de overdoses de realidade e ficção, é como se fosse tudo um ciclo, um labirinto cheio de escolhas e caminhos, e o certo é ficar em cima do muro... mas eu sei que não é assim que reagimos, e então cada um escolhe um caminho... e jura que é o certo, mas...
eu sei que não é assim. 
 

2 comentários:

  1. complexo, não a linguagem, mas a formar com que encara as realidades da vida!

    ResponderExcluir