quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Confusão do dia.

É como se fosse um encanto, em que o desencanto é escondido, disfarçado de realidade, e fazemos de conta que passa... impressão tua! Pouca coisa ainda hoje faz sentido, arriscar não é mais uma das saídas, é a porta principal. Fazer não por você, por alguém, alguma coisa, que talvez nem tenha importância pra mais ninguém. É tudo como se não existisse nada, pode me achar confusa, mais estou sóbria, um pouco de mal estar não faz mal a ninguém... se toda realidade não faz porque uma sensação ruim de vez em quando vai matar?
Não acredito na morte, mas as vezes ela é minha única certeza, também não acredito que vai dar tudo certo, que as coisas terão um desfecho maravilhoso - porém, as vezes me contagio desse otimismo mesquinho. Não acredito em minha pessoa, mas as vezes só tenho ela (por mais impossivel que isso seja). Não acho que alguém pode gostar disso, mas mesmo assim você vai ler.
As certezas e a boa vontade são constantes. Mal estar angustiante é a companhia do dia. 
eu sonhei que tinha um alfinete dentro do meu olho esquerdo e  agora sinto frio.
E você o que sente hoje? eu não minto mais pra mim... pressão.

12 comentários:

  1. Hoje sinto melancolia... Tá um dia meio assim, só tenho certeza da morte, como você!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito dessse texto.

    mas as vezes mentimos opra nós mesmo sem percerber.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu sinto saudade, tanta saudade que não sei o que fazer. Aliás, eu até sei, mas a minha frente existem Km rodados que me impedem de afogá-la no abraço...

    ResponderExcluir
  4. A morte, minha querida, é sempre a melhor conselheira ...

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Não!!! Digo sempre sim prá vida!!! Vida, muita vida!!! Com luz e colorida.... o que me veio à mente agora foi uma imagem: eu de braço esticado te dando as mãos...

    ResponderExcluir
  7. Lá fora chove o calado momento
    Que repassa na alma, ansiedades…
    Saltam inquietas chamas de dentro
    Do meu peito, alagadas saudades

    Um fim-de-semana ensopado
    De paz e harmonia…
    De coração ornamentado
    De muita alegria

    O eterno abraço…

    -Manzas-

    ResponderExcluir
  8. Passamos o que sentimos e por isso quando não conseguimos afirmar o nosso eu para nós mesmos fica difícil conseguir seja lá o que for.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  9. eu sempre percebi em tida minha vida um agonia... algo que não posso identificar, sinto algo dentro de mim que esta gritando...pedindo pra sair... mas mesmo assim fico de boa fico na minha...
    queria realizar coisas maravilhosa... e o pior.. estou começando a desacreditar que a sorte pode estar comigo...

    amei o que vc escreveu^^
    lindo...

    obrigada a visita em meu blog...
    e descupe a demora pra responder vc^^

    ResponderExcluir
  10. a morte é a unica certeza da dadiva que temos porem nós que detonamos a porra chamada vida!

    é vc na foto do layout?

    tbm sou gótica ou ao menos me intitulam assim pelo meu jeito de me vestir mas no quesito musica curto do black metal até o punk =D

    estou te acompanhando se quiser siga-me tbm!

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Gostei muito de seu Blog,
    Escreve de uma maneira simples como
    "E eu sei Lá", muito gostoso de se ler!

    Abços, voltarei sempre.

    ResponderExcluir